quinta-feira, 18 de janeiro de 2018

Saltar para a frente!

A equipa de hóquei fez aquilo que lhe competia!

Na Luz, as águias cumpriram a sua parte, vencendo por 9-5 o Infante Sagres, enquanto as comadres jogavam entre elas no dragay e os lagartos perdiam por 2-1, abrindo caminho para que o Benfica subisse ao topo da tabela, com 32 pontos, mais 1 do que osgas e 2 do que o frutanheiros.

João Rodrigues, com três golos, foi o melhor marcador das águias, que ainda contaram com os tiros certeiros de Jordi Adroher, Diogo Rafael, Miguel Rocha, Tiago Rafael, Carlos Nicolia e Miguel Vieira. Do lado contrário, Tiago Ferraz, João Paulo Candeias (2), Carlos André Rodrigues e Bruno Fernandes fizeram os golos.

Tá tudo doido

Um miúdo que nem teve tempo ainda para dizer se vai ser um Fábio Paím ou um Bernardo Silva...

...já vale 20 milhões!

A ser real, não deixa de ser uma grande venda, pois é uma roleta russa...

Mas bolas, andamos a formar só para vender? Não é para ver brilhar e vencer na Luz de águia ao peito?!

É difícil de compreender, mas esperemos que salvaguardem o futuro do rapaz e do Benfica, com garantias de valias de futuro e que o continuem a ter debaixo de olho e a acompanhar para não se estragar...

Ah...e que o dinheiro que "supostamente" entra...não seja para gastar em merdas de Hermes e Arangos desta vida...

E que tal aproveitarem para espreitarem?

Pode ter sido coincidência ter havido um abanãozinho que se sentiu para estas bandas nesse dia.
Ou não.
Mas foi o suficiente e podia ter sido bastante grave, não me importa as cores nem os jogos de bastidores.

Quem vai aos jogos fora, por esse país de alto a baixo, sabe como são as condições em que estão os estádios por falta de manutenção...e de uso.

E que tal aproveitarem este acontecimento para espreitarem tantos outros?

E não precisam de ir muito longe...

quarta-feira, 17 de janeiro de 2018

Não passa nada!

Na sequência do anúncio da criação de futebol feminino no clube, feito em dezembro, o Benfica revelou a primeira contratação para a equipa.

Trata-se da guarda-redes Dani Neuhaus, internacional brasileira que representa atualmente o Santos. A atleta, de 24 anos, chegará à Luz em agosto, mas falou já à televisão do clube.

«Um dos meus grandes sonhos era poder jogar fora do Brasil, principalmente num clube conhecido, com uma grande estrutura como o Benfica, com apoiantes pelo mundo inteiro, inclusive no Brasil», disse.

Dani Neuhaus revelou ainda que falou com o antigo lateral-esquerdo Léo sobre o clube. «Elogiou muito a estrutura e eu tenho a certeza que fiz a melhor escolha em poder defender o Manto Sagrado», contou.

Se é para entrar nesta nova frente...que seja para ganhar! E por ela, nada passará! :)

Parece que na ponta oposta, lá na frente vai estar outra compatriota da Dani!
Darlene Souza, avançada brasileira de 28 anos, é reforço para a equipa de Futebol Feminino do Sport Lisboa e Benfica. Bem-vinda, Darlene!

Esta ainda está por abrir!

Há uma prendinha que foi deixada debaixo da árvore de Natal e ainda está por abrir...

...sábado é o dia!

Tem um cheiro esquisito. Espero que não sejam meias...

Last chance, rapaz!

segunda-feira, 15 de janeiro de 2018

É nossa!

O Benfica conquistou ontem, em Sines, a sua primeira Taça da Liga de futsal. 
Num grande jogo, repleto de emoções, os lagartos foram abafados pela eficácia do Glorioso.

Depois de eliminar Belenenses (1-3) e SC Braga (6-3) nas duas rondas anteriores, a final era para acreditar que podíamos vencer frente aos lagartos.
Deives inaugurou o marcador, após recarga vitoriosa a um remate ao ferro do capitão Bruno Coelho e ainda antes do intervalo Fernandinho faz o 0-2, estreando-se a marcar de águia ao peito.

Aos 31’, remate poderoso de Robinho em zona central, aumenta a vantagem forçando o adversário a procurar o 5-4 jogando com guarda-redes avançado, mas quem aproveitou foi Fábio Cecílio e também de baliza deserta bisou o reforço Fernandinho, colocando as águias a vencer por 0-5!
Até final as osgas ainda reduziram para 2-5 mas a vitória não fugiu, dando novas esperanças de que no playoff do campeonato no final da época podemos acreditar ainda ser possível contrariar o favoritismo de quem já era dado como vencedor antecipado!

domingo, 14 de janeiro de 2018

De picareta na mão

Na Pedreira. o Benfica entrou de fato macaco, trabalhador e de picareta na mão.

Construiu uma grande vitória e abriu a segunda volta do campeonato em grande jogo de futebol.

Frente ao melhor Braga da época e que espreitava uma subida na classificação, o Tetracampeão tinha de mostrar se os indicadores dos últimos jogos eram no sentido de uma crescente forma e acima de tudo forma de jogar...ou não.

O onze não tinha surpresas. O banco não tinha defesas.
Surpresa, sim. Foi a quantidade de bolas recuperadas no meio campo adversário.
Impressionante a forma como a equipa conseguiu na primeira parte controlar a partida, trocar bem a posse de bola e principalmente anular por completo o jogo do Braga e criar desequilíbrios de imediato em terrenos longe da nossa área.

Foi assim que cedo se chegou ao golo. Um lançamento lateral que foi assinalado ao contrário, e podia ter dado o contra-ataque à equipa da casa, foi anulado por uma das habituais pressões estilo raposa matreira do Jonas que foi roubar a bola pela calada, e de imediato surgiu Cervi lançado a conduzir o ataque e a servir de bandeja o Salvio para o golo!!!!

Ao intervalo comentei que a segunda parte ia ser complicada...devido aos cartões que iam saltar do bolso. Após ter deixado passar 3 ou 4 lances de entradas duras de jogadores do Braga por sancionar disciplinarmente, era óbvio que após o intervalo ia começar a castigar...os nossos. E disse logo que o Almeidinhos e o Fejsa não iam acabar o jogo sem cartão. Assim foi.

Na segunda parte, o Benfica entrou novamente à procura do golo e só por muito azar não aumentou a vantagem. Cruzamento para a área onde Jardel apareceu a cabecear...ao poste! Na sequência do lance, o Jonas sofre falta claríssima dentro da área mas o boi do apito e o VAR...mandam seguir. Há dúvidas se está em posição irregular milimétrica, não é claro pois o corpo parece estar mas os pés é que contam e estão em linha. De qualquer forma, o VAR mandou seguir, e não foi por eventualmente estar em posição irregular pois nada assinalou, mas sim por achar que a falta que foi claríssima...não existiu...e isso é difícil de compreender. Seja como for, o Benfica podia ter-se desestabilizado aí, e não permitiu que isso acontecesse.

Jonas começa...e acaba mais uma grande jogada de futebol. Da ala esquerda abre para o lateral direito, e o jogador com mais assistências na equipa...volta a meter os binóculos para encontrar na área quem lhe tinha precisamente passado a bola...e Jonas...disse sim. Está lá dentro!!! GOLOO!!

O jogo parecia controlado. Mas os nervos não acalmavam pois a qualquer momento tudo podia virar.
A patroa lá por casa perguntava: "Mas que jogo tão importante e de nervos é este?! Isto é a final do campeonato ou quê??!"

"Sim, meu Amor. É a final. A primeira, de 17 finais! Agora, vai ser assim até à última jornada! Nada mais importa! É tudo o que temos! E vale mesmo TUDO!"

E de repente, um erro de palmatória abre o livro. Momentos depois de uma substituição mal calculada no timming, pois a equipa precisava de pulmão imediatamente a meio campo. Varela fica aos papéis num cruzamento largo e abre o caminho para o golo dos minhotos.

Este erro é difícil de digerir, mais um. Mas até tem compensado com algumas boas defesas, e logo a seguir evitou o empate que teria sido fatal.

Samaris entrou para o meio campo e o Braga acabou. Voltámos a ter o jogo na mão. Voltámos a ter pressão a meio campo. E só não tivemos mais porque o Salvio estava nas lonas e tardou muito a ser substituído para refrescar a ala.

E em vez de ter o empate a pairar, ficou o jogo mais perto de ver a vantagem do Benfica aumentar. Não deixa de ser cínico e curioso que isolado o sr 22 Milhões mexicano consegue falhar de forma inacreditável...e depois nos descontos faz um golaço de primeira a disparar para o fundo das redes um cruzamento de Cervi. Já está!!!!!!!!

Com Fejsa neste nível, a equipa tem outro andamento impressionante. Com Jonas em campo, tudo o que é bonito pode a qualquer momento acontecer. E com Cervi a continuar a ser quase sempre o melhor (ao nível dos terrestres), temos quase vontade de acreditar que pode mesmo ainda ir a tempo esta equipa de chegar ao sonho do Penta...mas ainda falta tanto...tanto...e continuamos abaixo de onde devíamos estar.

Quem não viu este jogo, que o veja novamente. Foi uma bela partida de futebol. E a jogar assim à bola vale a pena ver. Era bom que assim fosse sempre. Continuamos a ter erros cruciais mas vemos margem de melhoramento. Continuamos com lacunas evidentes, e esperamos que as rematem estes próximos dias de mercado. E acima de tudo, que os índices físicos não quebrem até final.

3 pontos! Sábado, lá estaremos na Luz! E como até agora não chegou o reforço que era preciso para defesa direito...